domingo, 23 de julho de 2017


Hoje, dia 23/07/2017, o pedacinho que ainda tínhamos do Vôlei Sem Fronteiras nos foi arrancado. Assim, na mão grande. Sem aviso. Infelizmente, voltamos ao blog para noticiar que o Twitter suspendeu nossa conta. Não dão muitos detalhes sobre o motivo da suspensão. Dizem apenas que links infringiram regras de direitos autorais. Supomos que se referem aos links dos jogos que postamos. A transmissão que a própria FIVB faz pelo YouTube é muitas vezes bloqueada para brasileiros a pedido dos canais que detém os direitos. Não sabemos o por que deles terem tanto medo da concorrência, mas fato é que brasileiros só podem ver o que a TV decide que vai passar. E, normalmente, não é muito. Mas não falamos apenas para brasileiros. Felizmente, após oito anos de muita dedicação e cuidado com cada informação dada, temos seguidores em vários lugares do mundo (Itália, Turquia, Peru, EUA, Argentina, Inglaterra, Espanha, Japão, e assim em diante). Pessoas que querem ver os jogos e para quem, também, colocamos os links.
Não faz sentido na nossa cabeça que a TV brasileira se sinta ameaçada pela transmissão na internet. Especialmente, quando essa é divulgada por uma conta que arduamente tentava chegar a sete mil seguidores. Para nós, sempre foi um prazer compartilhar links para que mais pessoas pudessem ver vôlei e se envolver com ele. E NUNCA, desde que criamos a conta no Twitter, em 2010, recebemos qualquer notificação de que alguma regra estava sendo violada, ou por qualquer outro problema que seja. Mas alguém, que talvez viva no passado e não perceba que quanto mais falam do seu produto nas redes sociais melhor, nos denunciou. E o Twitter prontamente acatou essa denúncia. Num piscar de olhos, perdemos tudo. Após uma madrugada em claro atualizando os resultados de jogos disputados em diversos países, com os mais variados fusos, fomos impedidas de postar minutos antes do jogo do Brasil. O Twitter ainda não retornou nenhuma das nossas tentativas de contato. Não sabemos o que acontece daqui em diante. Se é temporário, se é definitivo. É triste. A todos que nos apoiaram não só hoje, mas nesses anos, nosso agradecimento. Aos que pediram para fazermos outra conta, nossas desculpas. Não dá. Perdemos o tesão. Sabe aquele amor que te faz virar madrugada, tentar decifrar idiomas, analisar jogadas, jogadoras, times, sem ganhar nenhum centavo? Então... perdemos (tomara que momentaneamente). Recomeçar do zero a essa altura ficou difícil para nós.
Esperamos, de verdade, que seja uma suspensão temporária. Que percebam que a intensão sempre foi fazer do vôlei algo maior. Mesmo que com uma contribuição bem pequenininha. Sempre respondemos a todos, desde o seguidor anônimo a atletas, técnicos e comentaristas de TV (e já ajudamos todos os canais), com o mesmo prazer. Apenas pelo que sempre nos motivou a fazer o blog: compartilhar informação com pessoas que não sabiam onde encontrá-la. Nunca cobramos nada por isso, mesmo com todos os nossos amigos achando um absurdo "trabalharmos" de graça. Nunca pedimos sequer reconhecimento público, ainda que sejamos eternamente gratas aos que fizeram. Agora, ver nossa conta ser cancelada como se tudo que fizemos fosse indiferente é decepcionante. Nos faz pensar que talvez tenha chegado a hora do adeus definitivo.
Se mantivemos o Twitter até hoje, era pela interação que ele nos proporciona com vocês. Pessoas que amam vôlei como a gente. E que, por isso, devem entender como estamos nos sentindo. Vamos esperar para ver o que o Twitter decidirá. De qualquer forma, já deixamos nosso agradecimento a cada um que esteve com a gente nesses anos. Vocês fizeram tudo valer a pena.
Joana & Mariana Mello

Um comentário:

  1. Poxa, é revoltante o que fizeram com vocês. Grande falta de respeito a quem se dedica tanto a essa ferramenta de comunicação e ao voleibol. Vocês são únicas!

    ResponderExcluir

Qualquer mensagem de conteúdo ofensivo será excluída. Respeitem o voleibol.